Task Masters

Acompanhar o ritmo de trabalho de desenvolvedores pode ser uma tarefa difícil e costuma ser a diferença entre ter um projeto entregue no prazo ou não. Enfrentando esta dificuldade algumas vezes, decidimos por implementar uma solução nossa para este problema.

Toda tarefa a ser realizada na App Masters é registrada no GitLab como uma issue no projeto em questão. Uma vez designada a um dos programadores, ele está apto a trabalhar no desenvolvimento.

Utilizamos o Hubstaff como ferramenta de mensuração de tempo alocado em tarefas, desta forma o desenvolvedor “dá play” ao iniciar uma tarefa, podendo “pausar” quando necessário. Desta forma temos o tempo exato consumido por cada tarefa.

O Task Masters então obtem as informações da issue do GitLab, e do tempo alocado do Hubstaff e faz algumas análises para “enxergarmos” melhor o andamento do projeto.

Recursos úteis

A ferramenta foi feita para atender nossas necessidades, então tem alguns recursos bem únicos, bem dentro do que precisávamos.

As Alocações atuais dizem em qual tarefa cada desenvolvedor está trabalhando neste exato momento, se é um projeto prioritário e se está dentro do tempo estimado.

Já em Alocações semanais acompanhamos o tempo alocado de cada desenvolvedor durante a semana, desta forma mesmo que em um dia não tenha sido possível alocar o tempo ideal, em outro o dev se ajusta para se manter dentro da meta. Os que alcançam a meta semanal ganham um hamburger (onde preferirem) na sexta-feira.

O sistema envia notificações aos desenvolvedores quando o tempo limite da tarefa se aproxima, bem como ao gerente de projeto quando o tempo estimado é ultrapassado, afim de que haja uma conversa para entender o que foi feito, o que falta, quais as dificuldades, e validar as próximas ações.

Em Projetos temos informações do contrato como horas contratadas e data final, e temos a visão do tanto de tempo já consumido por cada projeto, afim de concluirmos sempre dentro do prazo e volume de horas.

Tecnologia

Utilizamos React para o frontend servido pelo Firebase, Node e MongoDb no backend servidos pelo Heroku.

Informações do desenvolvimento

  • 387

    Horas de trabalho
  • 2

    Meses até a entrega
  • 253

    Commits realizados

Tecnologias utilizadas